Trabalhos Aprovados
 
 

GT 1 – Desenho das Políticas Públicas de Caráter Social

01

AVALIAÇÃO DO DESENHO DO PLANO DE SAÚDE – um estudo de caso do Fortaleza 2040

 

 

02

DESVENDANDO O PADRÃO DAS POLÍTICAS PÚBLICAS HÍDRICAS NO CEARÁ: UMA ANÁLISE COM BASE EM TRÊS ESTUDOS DE CASO

 

 

03

POLÍTICAS PÚBLICAS DE RESSOCIALIZAÇÃO DOS PRESOS E EGRESSOS NO CEARÁ: UM OLHAR CRÍTICO

 

 

04

PROPOSTA DE AVALIAÇÃO EM PROFUNDIDADE DO PLANO PLURIANUAL 2016-2019 DO ESTADO DO CEARÁ

 

 

05

DESAFIOS DA GESTÃO DA POLÍTICA DE COTAS: a experiência da Universidade Federal do Ceará

 

 

06

CONTEXTO URBANO PARA A PRÁTICA DE ATIVIDADE FÍSICA: ANÁLISE DAS POLÍTICAS PÚBLICAS

Realocado do GT 3

 

07

A SEGUNDA TENTATIVA DE EXTINÇÃO DO SERVIÇO SOCIAL NO INSS: uma cicatriz do Neoliberalismo no Brasil.

Realocado do GT 2

 

08

A JUVENTUDE E O USO DE SUBSTÂNCIAS PSICOATIVAS.

Realocado do GT 2

 

10

ANÁLISE DO ORÇAMENTO PARA A ASSISTÊNCIA ESTUDANTIL DO IFCE CAMPUS SOBRAL - ANOS 2014 A 2015.

Realocado do GT 2

 

11

A POLÍTICA DE ASSISTÊNCIA ESTUDANTIL (PNAES) NO IFCE CAMPUS CEDRO: PASSOS E IMPASSES DE SUA EFETIVAÇÃO (2013-2017).

Realocado do GT 2

 

12

CONTEXTO DA POLÍTICA DE COTAS NO BRASIL: heranças político-sociais.

Realocado do GT 2

 

13

OS DESAFIOS DA EFETIVAÇÃO DA POLÍTICA NACIONAL DE ATENÇÃO INTEGRAL Á SAÚDE DAS PESSOAS PRIVADAS DE LIBERDADE NO SISTEMA PRISIONAL BRASILEIRO.

Realocado do GT 2

 

14

UMA PROPOSTA DE AVALIAÇÃO DA POLÍTICA DE COTAS RACIAIS NOS CONCURSOS PÚBLICOS FEDERAIS.

Realocado do GT 2

 

GT-2 – Políticas Públicas e Mudanças Sociais

 

01

AFETIVIDADE E LUGAR DE TRABALHO DOS TRABALHADORES DA POLÍTICA NACIONAL DE ASSISTÊNCIA SOCIAL DE MARACANAÚ-CE

 

 

02

AS PERCEPÇÕES DE FAMÍLIAS BENEFICIÁRIAS SOBRE AS POSSIBILIDADES DE EMANCIPAÇÃO COM O PROGRAMA BOLSA FAMÍLIA EM MARACANAÚ – CE

 

 

03

ESTIMA DE LUGAR DOS USUÁRIOS DA POLÍTICA NACIONAL DE ASSISTÊNCIA SOCIAL DE MARACANAÚ-CE

 

 

04

AVALIAÇÃO DA POLÍTICA DE ASSISTÊNCIA ESTUDANTIL DO IFCE A PARTIR DA CONDIÇÃO SOCIAL DAS DISCENTES MÃES DO CAMPUS ACARAÚ

 

 

05

AS IMPLICAÇÕES DO PROGRAMA BOLSA FAMÍLIA NA TRANSFORMAÇÃO SOCIAL DAS FAMÍLIAS BENEFICIÁRIAS: Um olhar sobre seus Impactos na redução do abandono Escolar no Ensino Médio em Acaraú-CE

 

 

06

POLÍTICAS PÚBLICAS E MERCADO DE TRABALHO: Análise e percepções das políticas de trabalho para juventudes em Cascavel-Ce.

 

 

07

POPULAÇÃO EM SITUAÇÃO DE RUA E PERTENCIMENTO À CIDADE: EXPERIÊNCIA DOS USUÁRIOS UM CENTRO POP DE FORTALEZA – CE.

 

 

08

EXERCITANDO A DEMOCRACIA PARTICIPATIVA PARA O PLANEJAMENTO DOS SERVIÇOS, PROGRAMAS, PROJETOS E BENEFÍCIOS

 

 

09

INTERVENÇÕES URBANÍSTICAS E PARTICIPAÇÃO SOCIAL NA PRAIA DE IRACEMA DOS ANOS 1990: uma avaliação de políticas públicas a partir da história oral.

 

 

10

REFLEXÕES ACERCA DO DESENVOLVIMENTO SOCIAL E ECONÔMICO DO MUNICÍPIO DEACARAÚ/CE A PARTIR DA IMPLANTAÇÃO DO IFCE.

 

 

11

UMA DÉCADA DO PROJETO PROFESSOR DIRETOR DE TURMA NO CEARÁ: uma análise em profundidade das contribuições para a diminuição do abandono escolar dos alunos do Ensino Médio em Acaraú (CE).

 

 

12

OS CANAIS DIGITAIS COMO PROPULSORES DA PARTICIPAÇÃO SOCIAL NA FORMULAÇÃO, IMPLEMENTAÇÃO E AVALIAÇÃO DE POLÍTICAS PÚBLICAS NO BRASIL.

 

 

13

UMA PROPOSTA DE AVALIAÇÃO EM PROFUNDIDADE DO NEABI: POLÍTICA DE AÇÃO AFIRMATIVA NO ÂMBITO DO IFCE-CAMPUS BATURITÉ.

 

 

14

POLÍTICAS SOCIAIS PARA OS TRABALHADORES: DESAFIOS DO SÉCULO XXI.

 

 

15

ANÁLISE DOS CONDICIONANTES RELACIONADOS À MORTALIDADE MATERNA E SUA RELAÇÃO COM O ESTADO E AS POLÍTICAS PÚBLICAS DE SAÚDE DA MULHER.

 

 

16

CONTROLE SOCIAL E POLÍTICAS PÚBLICAS INCLUSIVAS PARA PESSOAS COM DEFICIÊNCIA: interface com o Movimento das Pessoas com Deficiência (MPCD).

 

 

17

TRAJETÓRIA E DESAFIOS À INSTITUCIONALIZAÇÃO DOS BANCOS COMUNITÁRIOS NO BRASIL

 

 

GT-3 – Políticas Públicas, Território e Cultura

 

01

DESENVOLVIMENTO RURAL E POLÍTICAS PÚBLICAS

 

 

02

OS DESAFIOS DA IMPLEMENTAÇÃO DA POLÍTICA ESTADUAL DE RESÍDUOS SÓLIDOS DO CEARÁ.

 

 

03

INTERVENÇÕES URBANÍSTICAS DE VALORIZAÇÃO ESTRATÉGICA E O CAMPO DE LUTAS E RESISTÊNCIAS. UMA ANÁLISE A PARTIR DA CIDADE DE FORTALEZA

 

 

04

CONDICIONANTES DA INSERÇÃO DAS CISTERNAS DE POLIETILENO NO PROGRAMA FEDERAL ÁGUA PARA TODOS

 

 

05

EDUCAÇÃO PROFISSIONAL E TECNOLÓGICA DO INSTITUTO FEDERAL NA REGIÃO DOS SERTÕES DOS CRATEÚS: POTENCIALIDADES E LIMITAÇÕES

 

 

06

A OPERAÇÃO URBANA CONSORCIADA COMO INSTRUMENTO DE GESTÃO DA CIDADE: O CASO DO PARQUE FOZ DO RIACHO MACEIÓ DO MUNICÍPIO DE FORTALEZA

 

 

07

O TRABALHO DO/A ASSISTENTE SOCIAL NA POLÍTICA HABITACIONAL: o exemplo da comunidade maravilha.

 

 

08

PEUC E IPTU PROGRESSIVO NO TEMPO: instrumentos jurídicos para a implementação da política habitacional para o Centro de Fortaleza

 

 

09

REFLEXÕES PRELIMINARES SOBRE OS RESULTADOS DO PROJETO SESC AFLORAR NO ANO DE 2017.

 

 

10

POLÍTICA DE HABITAÇÃO DE INTERESSE SOCIAL E CIDADE: uma análise acerca da eficácia do projeto Alamedas das Palmeiras

 

 

11

MOBILIDADE URBANA: OS DESAFIOS DA CIDADE DE FORTALEZA

 

 

12

POLÍTICAS PÚBLICAS PARA O DESENVOLVIMENTO DO TURISMO NO MUNICÍPIO DE ACARAÚ-CE

 

 

13

UMA AVALIAÇÃO SOBRE O PTTS – PROJETO DE TRABALHO TÉCNICO SOCIAL DO PMCMV

 

 

GT-4 - Avaliação de Políticas Públicas

 

01

O DESAFIO DA AVALIAÇÃO EM SAÚDE MENTAL: potencialidades da avaliação de quarta geração

 

 

02

POLÍTICA DE INFORMAÇÃO GOVERNAMENTAL: proposta de uma avaliação contra hegemônica no âmbito da Lei de Acesso à Informação aplicada ao município de Caucaia/CE

 

 

03

Avaliação não-tradicionalista- a política pública enquanto experiência, narrativa e expansão de direitos: uma reflexão metodológica.

 

 

04

AVALIAÇÃO DE POLÍTICAS PÚBLICAS NO CEARÁ: um estudo meta avaliativo da produção do Mestrado em Avaliação de Políticas Públicas

 

 

05

AS POLÍTICAS PÚBLICAS DE JUVENTUDE NO ESTADO BRASILEIRO E A EXPERIÊNCIA LOCAL DO PROGRAMA CREDJOVEM

 

 

06

À PROCURA DO SIGNIFICADO DO INSS DIGITAL ENQUANTO NOVA MODALIDADE DE TRABALHO: uma proposta de avaliação em profundidade no INSS, em Fortaleza/CE.

 

 

07

O ESTADO RIZOMÁTICO DAS ORGANIZAÇÕES DA SOCIEDADE CIVIL: avaliação pós-construtivista da experiência de um movimento de saúde mental comunitário em Fortaleza

 

 

08

O QUE O PROGRAMA CIÊNCIA SEM FRONTEIRAS REPRESENTA NO CENÁRIO DAS POLÍTICAS PÚBLICAS DO BRASIL

 

 

09

POLÍTICA DE EXPANSÃO DA REDE FEDERAL: análise de conteúdo para uma avaliação em profundidade

 

 

 
 

ACESSO RÁPIDO